segunda-feira, 13 de março de 2017

Sobre a vida adulta


   Aqui estou eu! De volta pra valer? Não faço ideia. Essa semana, em um daqueles momento em que estava quase dormindo, tive uma ideia pra escrever e senti uma certa necessidade Então, como está no título, é isso aí: A vida adulta!


                                                SENTA QUE LÁ VEM TEXTÃO!

Como tenho o costume de olhar qual a data do último post, vi que o último tinha sido dia 08/02/2016 (Pouco mais de 1 ano atrás). Nesse último ano e, em especial, nos últimos meses minha vida deu uma reviravolta no bom sentido.
  Fui promovida pra um cargo que eu gosto bastante e com pessoas agradáveis de trabalhar. Além disso, finalmente consegui passar pra Farmácia. Rola um medo quando percebo todas essas mudanças que pareciam ser pequenas e de repente eu percebo que "BAM", tudo mudou? Sim, rola demais. Entretanto, o segredo é não se deixar dominar pelo medo.

  Nesse meio tempo, também aprendi que ser adulto não significa ter as respostas pra todas as coisas. As vezes estamos meio perdidos, mas fazemos aquela cara de "Eu sei o que estou fazendo" e tentamos( e algumas vezes falhamos mas aprendemos com nossos erros). Como diria a Jout Jout: "Ta tudo bem. Ta todo mundo meio perdido." ( Algo assim).

  Descobri (há uns anos mas é bem válido reforçar) também que não dá pra comer pizza, sanduíche e um monte de besteira todo dia. Motivo 1: Vai acabar enjoando e no fim do dia, é provável, que você só queira um prato de comida decente( Hoje eu comi comida no almoço mas queria um prato de macarrão com feijão); Motivo 2: Você me diz :" Ah, eu não vou enjoar de besteira." Ok. Então o 2º motivo é que seu corpo não vai aguentar se sustentar de maneira saudável com tanta coisa industrializada. Então, coma coisas saudáveis ( Isso não significa que as besteiras estão liberadas. Do mesmo jeito que como pizza, salgados e sanduíches eu como verduras,proteínas e estou balanceando minha alimentação).

  Acho muito válido lembrar que, mesmo que eu ainda não tenha passado completamente dessa fase e até esteja meio enrolada com isso, não dá pra seguir com um sonho que você não queira. Sucesso não significa necessariamente ter uma graduação ou um emprego "TOP". Estava lendo um teto na internet que diz o seguinte :O segredo do sucesso não é um diploma ou uma carreira impecável". Eu vou para a Universidade?Sim, eu vou. Mas, se em algum momento da minha vida acadêmica ou profissional eu perceber que isso não é o que eu quero, sigo em outro rumo até que eu me encontre.Um exemplo disso, foi eu ter largado o curso técnico mesmo estando no fim. Percebi que aquilo era algo que eu não queria a ponto de se tornar algo tóxico. Mas é importante lembrar que também não é muito saudável começar milhões coisas e não terminar.

  Ou outra muito importante que estou aprendendo, é poupar dinheiro e entender que não dá pra viver somente pra trabalhar e pagar contas. É muito válido se perguntar : "Eu preciso disso ou eu quero isso?".


Talvez, não seja tão certo, mas para mim é algo muito bom. Aprendi a parar de "tretar" na internet. Tem coisa que não vale a pena o estresse e o tempo perdido. E isso não é somente para a internet mas também para toda aquele discussão em você vai perder muita energia e perceber que nunca vai chegar a lugar algum ou a pessoa não está disposta a entender o seu argumento ou ponto de vista.



  Quase esqueci de dizer que sou uma pessoas que foge de médico. Aprendi a ir ao médico quanto estou mal ( ao invés de ficar esperando em casa que passe. As vezes, algo simples pode piorar."Leia a Bula. Consulte o médico"). Tive tendinite no Tendão de Aquiles e crise de gastrite e aprendi a ir ao médico sozinha. Rola uma bad por não ter ninguém pra fazer um pouco de drama mas faz parte de crescer.

Também queria dizer que quando chegar a sexta feira e você quiser apenas ficar em casa comendo alguma besteira, de pernas pro alto e assistindo filmes ou séries, ta tudo bem.Toda forma de entretenimento é válida e algumas são menos agitadas que outras.

Resumindo( e adicionando algumas coisas) o que eu aprendi foi:
  1. As vezes rola um susto quando percebemos o quanto as coisas mudaram ( Quando parece que nada mudou);
  2. É bom arriscar algo, mesmo com medo. As surpresas podem ser muito agradáveis;
  3. Ta todo mundo meio perdido mas vai ficar tudo bem;
  4. Alimentação saudável é importante;
  5. Sucesso tem muitas definições e não dá pra limitar a um esteriótipo que recebemos da sociedade;
  6. Consumismo compulsivo não é saudável ( e desapegar - não só de coisas materiais- faz bem);
  7. Discutir não vale, as vezes. É muito cansaço desnecessário com coisas desnecessárias;
  8. Vá ao médico. Não enrole tanto.

Esse texto não foi revisado. Então, perdoe os erros! 

Abraços e até algum dia desses.