segunda-feira, 13 de março de 2017

Sobre a vida adulta


   Aqui estou eu! De volta pra valer? Não faço ideia. Essa semana, em um daqueles momento em que estava quase dormindo, tive uma ideia pra escrever e senti uma certa necessidade Então, como está no título, é isso aí: A vida adulta!


                                                SENTA QUE LÁ VEM TEXTÃO!

Como tenho o costume de olhar qual a data do último post, vi que o último tinha sido dia 08/02/2016 (Pouco mais de 1 ano atrás). Nesse último ano e, em especial, nos últimos meses minha vida deu uma reviravolta no bom sentido.
  Fui promovida pra um cargo que eu gosto bastante e com pessoas agradáveis de trabalhar. Além disso, finalmente consegui passar pra Farmácia. Rola um medo quando percebo todas essas mudanças que pareciam ser pequenas e de repente eu percebo que "BAM", tudo mudou? Sim, rola demais. Entretanto, o segredo é não se deixar dominar pelo medo.

  Nesse meio tempo, também aprendi que ser adulto não significa ter as respostas pra todas as coisas. As vezes estamos meio perdidos, mas fazemos aquela cara de "Eu sei o que estou fazendo" e tentamos( e algumas vezes falhamos mas aprendemos com nossos erros). Como diria a Jout Jout: "Ta tudo bem. Ta todo mundo meio perdido." ( Algo assim).

  Descobri (há uns anos mas é bem válido reforçar) também que não dá pra comer pizza, sanduíche e um monte de besteira todo dia. Motivo 1: Vai acabar enjoando e no fim do dia, é provável, que você só queira um prato de comida decente( Hoje eu comi comida no almoço mas queria um prato de macarrão com feijão); Motivo 2: Você me diz :" Ah, eu não vou enjoar de besteira." Ok. Então o 2º motivo é que seu corpo não vai aguentar se sustentar de maneira saudável com tanta coisa industrializada. Então, coma coisas saudáveis ( Isso não significa que as besteiras estão liberadas. Do mesmo jeito que como pizza, salgados e sanduíches eu como verduras,proteínas e estou balanceando minha alimentação).

  Acho muito válido lembrar que, mesmo que eu ainda não tenha passado completamente dessa fase e até esteja meio enrolada com isso, não dá pra seguir com um sonho que você não queira. Sucesso não significa necessariamente ter uma graduação ou um emprego "TOP". Estava lendo um teto na internet que diz o seguinte :O segredo do sucesso não é um diploma ou uma carreira impecável". Eu vou para a Universidade?Sim, eu vou. Mas, se em algum momento da minha vida acadêmica ou profissional eu perceber que isso não é o que eu quero, sigo em outro rumo até que eu me encontre.Um exemplo disso, foi eu ter largado o curso técnico mesmo estando no fim. Percebi que aquilo era algo que eu não queria a ponto de se tornar algo tóxico. Mas é importante lembrar que também não é muito saudável começar milhões coisas e não terminar.

  Ou outra muito importante que estou aprendendo, é poupar dinheiro e entender que não dá pra viver somente pra trabalhar e pagar contas. É muito válido se perguntar : "Eu preciso disso ou eu quero isso?".


Talvez, não seja tão certo, mas para mim é algo muito bom. Aprendi a parar de "tretar" na internet. Tem coisa que não vale a pena o estresse e o tempo perdido. E isso não é somente para a internet mas também para toda aquele discussão em você vai perder muita energia e perceber que nunca vai chegar a lugar algum ou a pessoa não está disposta a entender o seu argumento ou ponto de vista.



  Quase esqueci de dizer que sou uma pessoas que foge de médico. Aprendi a ir ao médico quanto estou mal ( ao invés de ficar esperando em casa que passe. As vezes, algo simples pode piorar."Leia a Bula. Consulte o médico"). Tive tendinite no Tendão de Aquiles e crise de gastrite e aprendi a ir ao médico sozinha. Rola uma bad por não ter ninguém pra fazer um pouco de drama mas faz parte de crescer.

Também queria dizer que quando chegar a sexta feira e você quiser apenas ficar em casa comendo alguma besteira, de pernas pro alto e assistindo filmes ou séries, ta tudo bem.Toda forma de entretenimento é válida e algumas são menos agitadas que outras.

Resumindo( e adicionando algumas coisas) o que eu aprendi foi:
  1. As vezes rola um susto quando percebemos o quanto as coisas mudaram ( Quando parece que nada mudou);
  2. É bom arriscar algo, mesmo com medo. As surpresas podem ser muito agradáveis;
  3. Ta todo mundo meio perdido mas vai ficar tudo bem;
  4. Alimentação saudável é importante;
  5. Sucesso tem muitas definições e não dá pra limitar a um esteriótipo que recebemos da sociedade;
  6. Consumismo compulsivo não é saudável ( e desapegar - não só de coisas materiais- faz bem);
  7. Discutir não vale, as vezes. É muito cansaço desnecessário com coisas desnecessárias;
  8. Vá ao médico. Não enrole tanto.

Esse texto não foi revisado. Então, perdoe os erros! 

Abraços e até algum dia desses.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

I'm back(?)

Aqui eu estou mais um dia,sob o olhar de um sanguinário vigia...
Não,perai.

 Sabe quando você está pensando em coisas quase aleatórias e um pensamento acabando trazendo outro?Então!Foi mais ou menos assim que eu vim parar no blog de volta,ou quase isso.
 Só vim me dar conta de quanto tempo passou quando vi que o último post foi em Dezembro/2014.
No fim de tudo,esse acaba sendo meu espacinho pra desabafar.Mesmo que sejam somente palavras quase que soltas(ou sem muito sentido lógico) eu me sinto bem em escrever.Algumas vezes esse desabafo não sai em forma de palavras.Mas,em forma de alguns dedilhados suaves no violão,alguma música que ouço,uma caminhada pra espairecer ou algo do tipo.

Estou de volta?Não faço ideia.
Esse texto era pra ter sentido?Talvez.

"Cure o passado. Viva o presente. Sonhe o futuro."

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Virando a noite :p

Em 2012,eu fiz um trabalho com uma amiga(Samira) que se chamava:"Dicas para virar a noite no computador sem ser descoberto".Vasculhando alguns arquivos e históricos antigos,encontrei essas dicas.E lá vamos nós hahaha.

1)Descanse bastante antes de tentar essa "aventura;
2)Tenha fones de ouvido,para jogar jogos,assistir filmes ou fazer maratonas de séries;
3)Tenha um estoque de comida próximo a você,já que provavelmente sentirá fome durante a noite e não é agradável enfrentar os fantasmas do corredor até a cozinha;
4)Faça uma lista de coisas para fazer,caso fique entediado você pode acabar dormindo;
5)Os melhores dias para se fazer isso são feriados ou nas férias;
6)Evite barulhos,isso pode acordar as pessoas da casa,e o seu plano pode ser fracassado;
7)Desespero também pode contribuir,caso você tenha que estudar,você pode acabar virando a noite
8)Não importa o quão cuidadoso você seja, o teclado do computador de madrugada vai parecer uma metralhadora;
9)Tentar rir em silencio,porque os amigos vão estar mais engraçados ou meio malucos de madrugada ou depois que todos estiverem dormindo;
10)Se você estiver indo dormir quando os primeiros pássaros começarem a cantar e o sol estiver nascendo,sua missão foi concluída com sucesso.

Retrospectiva #2-Fevereiro/2014

Antes de começar a falar sobre o 2º mês do ano,gostaria de dizer que esse post pode ser um pouco complicado de escrever.Você,leitor,deve estar imaginando a causa e talvez ache que é por algum acontecimento desagradável que eu não goste de lembrar.Entretanto,o motivo dessa complicação é somente o fato de eu ter dificuldades em escrever "Fevereiro".Fico imaginando inúmeras possibilidades na maneira de escrever e tenho que recorrer frequentemente ao corretor,google ou dicionário.
Voltando ao assunto... Continuando a retrospectiva de fevereiro.Como recém saída do ensino médio,eu continuava confusa sobre o que fazer da vida(Cursinho,Faculdade,Trabalho,etc...)e com tanta pressão a minha memória que era boa começou a apresentar uns lapsos,mas depois passaram.Foi nesse período meio confuso pra minha vida profissional que,mais uma vez,encontrei o amor da minha vida:Biomedicina! Em fevereiro,veio a morte oficial do meu companheiro de risos e choros e grande amigo mediador:iPod.Depois de ele levar algumas quedas,quebrar o vidro e passar por uma cirurgia delicada para troca do visor ele não resistiu e veio a óbito.Ainda assim,acredito que é apenas um coma profundo u.u! Infelizmente,situações reais de perda também ocorreram e foi quando eu aprendi na prática e de maneira dolorosa que não se deve deixar pra falar com alguém amanhã se você pode falar hoje.Foi uma das primeiras situações de morte de alguém próximo e eu me culpei por muitos meses(Leia-se,até meados de agosto)por não ter feito uma ligação que parecia simples mas era uma "despedida".
Eeeeeee,fevereiro foi isso.

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Retrospectiva #1-Janeiro/2014

Depois de ficar um tempo sem escrever,o blog voltou! Sim,eu ainda estou viva.Enfim,com a chegada do fim do ano eu começo a confundir as lembranças e não sei se algo aconteceu no ano passado ou nesse ano.E agora,Bial?Simples,a solução é recorrer a históricos de conversas e criar uma linda e maravilhosa RETROSPECTIVA.Hoje irei recordar de Janeiro! \o/


Logo no início de janeiro a nota do ENEM foi divulgada,o que gerou um misto de alegria e alívio.Entretanto,também surgiu a imensa dúvida na escolha do curso e o primeiro conflito interno punk do ano:EU NÃO FAÇO IDEIA DO QUE EU QUERO DA MINHA VIDA.Um dos meus planos era cursar enfermagem para me tornar socorrista do SAMU,mas isso acabou indo para o fundo da gaveta.De biomedicina eu dei uma volta imensa e fui parar em biotenologia na 1ª e 2ª opção, respectivamente,na UFERSA e UFPB.Até hoje não sei como,mas eu passei nas duas.Sabe o que eu fiz?Ou melhor,eu não fiz.Exato,produção! Depois de dedicar 2013 inteiro aos estudos, sacrificando algumas horas de sono,finais de semana,eu amarelei e resolvi não ir.Foi um mistura de medo de sair do ninho,medo de enfrentar uma cidade nova sozinha e ainda,o medo da universidade.
Janeiro foi praticamente o mês dos conflitos internos em todas as áreas da minha vida e essa foi uma das causas que me levaram a criar o blog.Janeiro foi basicamente isso!

                     

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Bloqueio Criativo

O que fazer quando você tem apenas alguns temas soltos na cabeça pra escrever,tentativas de textos que não ultrapassam 3 linhas,folhas e mais folhas com mais desenhos do que palavras escritas e vontade de escrever?Simples,fazer um texto sobre bloqueio criativo.O problema maior é quando percebe que não consegue nem escrever um texto sobre isso.

E é então que você começa a se desesperar de maneira lenta e começa a ver coisas completamente sem sentindo como vídeos sem noção,lembra dos podcasts para ouvir,séries atrasadas(E mesmo assim continua colocando novas na grade) e matéria pra estudar ou então surge aquela vontade incontrolável de comer ou dormir(mesmo que você tenha acabado de acordar).
                                       

Só depois de tudo isso percebe que depois de muito enrolar conseguiu alguma coisa que se parecesse mais com um texto ou um post descente,mesmo que para isso seja necessário encher de gifs e imagens.